QUINTA-FEIRA, 02 DE OUTUBRO DE 2014

casino

90 mil espectadores

“Grandes Concertos do Casino Estoril”

Com uma memorável actuação, Richie Campbell esgotou, ontem à noite, o Lounge D, encerrando, da melhor forma, o ciclo de “Grandes Concertos” que trouxe, de 24 de Julho a 11 de Setembro, cerca de 90 mil visitantes ao Casino Estoril.

ler mais
dama

D.A.M.A

Uma questão de princípio

“Uma Questão de Princípio” é o nome do álbum de estreia dos D.A.M.A. que chega às lojas a 29 de Setembro.

ler mais
edp

15ª edição da Meia Maratona

Rock ‘n’ Roll Meia Maratona Vodafone RTP Mini Maratona EDP

Recordista do mundo da Meia Maratona e o actual Campeão europeu da maratona confirmados em Lisboa.

ler mais
sergio

SÉRGIO GODINHO -

ONCERTOS NO PORTO E LISBOA

Em Abril passado, a 10, 11 e 12, o público que esgotou a três apresentações de estreia de “Liberdade” realizadas no São Luiz Teatro Municipal podia ler na folha de sala distribuída à entrada: “Liberdade” é de todas as palavras e conceitos que uso na

ler mais
violeta

VIOLETTA LIVE

PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL

ESPETÁCULO VIOLETTA LIVE PELA PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL DIAS 24 E 25 DE JANEIRO EM LISBOA

ler mais

anasta FYRE! NA PRIMEIRA PARTE DE ANASTACIA
DIA 23 DE OUTUBRO NO CAMPO PEQUENO
A vocalista e guitarrista argentina, Alejandra Burgos, de nome artístico FYRE!, vai ser a responsável pela abertura do espetáculo da cantora Anastacia, agendado para o próximo dia 23 de outubro..
espelho ROGÉRIO CHARRAZ
NOVO DISCO
“Espelho” é o título do segundo disco de Rogério Charraz, que explica assim a escolha..
popeye Popeye - O Marinheiro
Estreia 4 de outubro no Teatro Villaret
Um espetáculo para toda a família O TEATRO VILLARET estreia, a 4 DE OUTUBRO, POPEYE – O MARINHEIRO, de FRANCISCO GARCIA. .
orelhudo O Gesto Orelhudo, a festa da música
Faltam 5 dias
Festival “O Gesto Orelhudo” ÁGUEDA, 1 a 4 Outubro 2014.



d Dia D (2014)- Draft Day

O diretor-geral de uma equipa de futebol americano luta para adquirir um novo jogador.
Com Kevin Costner, Jennifer Garner, Tom Welling, Sam Elliott, Terry Crews, Ellen Burstyn, Rosanna Arquette, Frank Langella, Chi McBride, Denis Leary, Patrick St. Esprit, Christopher Cousins, Chadwick Boseman, Wade Williams, W. Earl Brown, Kevin Dunn, Brian Haley
Realização Ivan Reitman
Produção Joe Medjuck, Gigi Pritzker, Ivan Reitman
Argumento Scott Rothman, Rajiv Joseph
Duração 109 minutos
Género Drama
Origem Estados Unidos da América
Estreia em Portugal 2014-07-03
Classificação etária M/12
Distribuidor Pris
comboio O Comboio dos Órfãos

De Christina Baker Kline
Edição em Português Publicado em 06-2014
Em 1929, Nova Iorque é uma cidade vibrante mas cruel para com os mais fracos. O número de órfãos a viver nas ruas multiplica-se. Demasiado visíveis, estas crianças são um incómodo para o qual é encontrada uma solução radical. Em comboios que partem rumo ao interior dos Estados Unidos, os órfãos são amontoados e oferecidos a quem os quiser receber, os seus destinos entregues a desconhecidos, as suas vidas à mercê do acaso. Vivian teve em tempos um lar e uma família. Após o incêndio que matou os seus pais e a deixou só no mundo, ela passa a ser apenas mais uma entre as centenas de crianças forçadas a embarcar no “Comboio dos Órfãos". Décadas depois, Molly Ayer, uma jovem que não conhece outro sentimento que não a rejeição das famílias de acolhimento por onde passa, é acusada de roubar um livro. Ela sabe que, agora, ninguém a defenderá. Com aquele livro, morrem também os seus sonhos. O fio do destino vai ligar estas duas mulheres. Vivian e Molly são mais parecidas do que imaginam. E no dia em que Molly decide solucionar o grande enigma do passado de Vivian, sem o saber, vai encontrar a sua própria salvação. Um relato épico centrado numa realidade da História americana há muito esquecida…
filhos Filhos Sem Filhos

De: Enrique Vila-Matas, VILA-MATAS, ENRIQUE

Neste livro, uma história breve e singular de Espanha, os protagonistas dos diversos episódios são todos filhos sem filhos, pessoas que não desejam nenhuma descendência, portadoras de uma personalidade distante da sociedade e que, contra tudo o que se possa pensar, não reinvindicam nenhuma ajuda já que só podem alimentar-se de si próprios, de modo a prosseguir a sua verdade; inventando uma espécie de indiferença distante, ligando-se à realidade apenas por intermédio de um fio invisível como o da aranha. Todos os personagens parecem, assim, estar em sintonia com o que Kafka escreveu no seu diário, em Agosto de 1914: «Hoje a Alemanha declarou guerra à Rússia. À tarde fui nadar», já que todos colocam no mesmo nível o plano histórico e o pessoal. Filhos sem Filhos, um livro audaz e surpreendente; uma antologia de fantasmas ambulantes, sombras checas, pessoas pobres e outros génios da natação.
Edição em Português Publicado em 06-2014.