Musica

JORGE PALMA

Balanço do

(c/ vídeo)

"Enquanto houver lugares e pessoas, paixão e criatividade, energia e determinação, a gente não consegue parar"
Jorge Palma faz o balanço das cinco paragens do "Expresso do Outono"
Ao longo de cinco noites, na Casa da Música, Teatro Tivoli BBVA e Teatro Académico Gil Vicente, Jorge Palma partilhou com o público o melhor de si. Com generosidade e mestria, o músico e compositor recordou temas dos mais de 45 anos de carreira, em formato acústico e eléctrico. Na companhia de Pedro Vidal (guitarras e direcção musical), Gabriel Gomes (acordeão), Vicente Palma (guitarra e teclados), Nuno Lucas (baixo), João Correia (bateria) e Tomás Pimentel (sopros), recuperou músicas que fazem parte da História da música portuguesa como "Estrela do Mar", "Canção de Lisboa", "Dá-me Lume", "Frágil", Dormia Tão Sossegada", "Jeremias", "Portugal, Portugal" e "A Gente Vai Continuar", entre outras.

Em jeito de balanço, Jorge Palma recorda o ponto de partida para o "Expresso do Outono": "Há apenas dois meses e meio surgiu a ideia de fazermos três concertos especiais para o Outono deste ano. Acabaram por ser cinco, no espaço de 22 dias, circunscritos ao Porto, Lisboa e Coimbra." Sobre o futuro, acrescenta: "Não sei onde, nem quando, este Expresso estará de novo em marcha. Mas enquanto houver lugares e pessoas, paixão e criatividade, energia e determinação, a gente não consegue parar.”

Ovacionado noite após noite, Jorge Palma despediu-se assim de 2018 com uma convicção: o "Expresso do Outono" deverá continuar a sua viagem em 2019!



Autor: ilda pires
Data: 17/12/18


COMENTÁRIOS

Visite-nos no FacebookVisite-nos no Twitter

Entrevista

The Room 74

«The Room 74» - 12 Histórias em Canções


ler mais

Votação

Mediar entendimento
46%
Agir pela força
27%
aplicar mais sanções
12%
outra
16%