INSIDE EM ENTREVISTA AO CONCEITUADO ATOR SÈRGIO QUINTANA

INSIDE

Quem é o Sérgio Quintana?

Sérgio quintana

O Sérgio Quintana é um sonhador, um lutador, uma pessoa otimista, que vive sem pensar demasiado no futuro . Aproveita o presente e tenta fazer com que cada dia seja melhor que o anterior . É extrovertido, forte, sensível, generoso, alegre, mente aberta, animalista e humilde .

INSIDE

Quando começou o seu interesse pela representação?

Sérgio Quintana

Desde muito cedo, mas nasci num meio pequeno que não me permitiu entrar neste mundo até adulto .

INSIDE

O início da sua carreira teve alguma influência familiar ou outra?

Sérgio Quintana

Não , na minha família não há atores, nem houve no meu entorno . Lembro que em criança vi um filme do Pedro Almodóvar que me marcou imenso e nesse momento senti vontade de estar dentro do ecrã, e não só em frente e ele .

INSIDE

Qual a sua primeira grande participação artística como ator e a mais importante na sua carreira até ao momento.

Sérgio Quintana

A primeira foi no teatro, numa peça de Bertold Brecht, chamada “Tambores na noite” .

Importantes foram todas, precisei de todas elas para aprender, crescer e desenvolver a minha carreira .

INSIDE

Qual o papel que mais gostou de fazer e qual o que mais o projetou para o mundo artístico.

Sérgio Quintana

Acho que todos os que fiz em cinema e televisão contribuíram para esse processo da projeção. Quanto ao que mais tenha gostado de fazer, acho que foi num telefilme da TVG , chamado “Juana de Vega, Vizcondesa do arado” fiz a personagem muito à vontade, sem medo, sem pressão, com muita vontade, com ilusão, com amor . Mas todos os que fiz, do maior , ao mais pequeno foram especiais, e cada um deles teve a sua importância e o meu envolvimento emocional .

INSIDE

Se não fosse Actor qual a profissão que teria?

Sérgio Quintana

Além de ator, sou manager musical . Já tive outras profissões , mas não me vejo noutro meio agora mesmo .

Ser ator é algo que está no sangue, no coração , que faz parte de mim para todo o sempre .

INSIDE

Quais são os seus objetivos e projetos para o futuro?

Sérgio Quintana

Dentro dos meus objetivos de vida a prioridade é que não me falte trabalho, poder concretizar alguns sonhos , conseguir trabalhar com alguns realizadores que admiro e sobretudo que nunca me faltem os bens essenciais .

INSIDE

Sei que dividiu a sua vida profissional entre Portugal e Espanha por longos períodos apostando mesmo na representação internacional ,por isso lhe pergunto se é sua intenção continuar a projetar a sua carreira internacional por outros países?

Sérgio Quintana

Sim, pretendo continuar entre Espanha e Portugal, pelo menos, logo se aparecerem oportunidades para outros países , bem vindos serão . Mas o meu plano desde o inicio sempre foi trabalhar nestes dois países .

INSIDE

Neste momento quais são os projetos onde participa?

Sérgio Quintana

Acabei de gravar no filme KM224 do grande António-Pedro Vasconcelos, gravei a curta-metragem “Rapazes que choram” da Francisca Ferreira, uma jovem cineasta aveirense que admiro imenso . Em Espanha também participo no filme que estreou recentemente nos cinemas “Olvido y León”, do cineasta Xavier Bermúdez, um realizador ganhador de prémios internacionais , por quem tenho uma grande estima e respeito , em breve emite-se a minha intervenção na novela “Amar demais” da TVI, e estou à espera de datas para começar num projeto televisivo .

INSIDE

Na sua área profissional como vê em Portugal o mercado de trabalho e o que pensa da nova geração de atores?

Como encara a evolução da representação em Portugal? e na sua opinião acha que tivemos melhorias significativas ou não?

Que conselhos deixaria a todos os que querem seguir o caminho da representação e do meio artístico em geral.

Sérgio Quintana

Acho que temos uma geração de atores com muito talento, gente formada para trabalhar a sério, com um sentido de responsabilidade e respeito enorme pela profissão .

Acho que temos evoluído bastante, é evidente que há sempre casos onde existem cunhas, etc… mas a maior parte são atores com formação e que desempenham muito bem o seu trabalho, penso que estamos no caminho certo .

Quanto a conselhos , acho que a formação é importante, a persistência e resistência são cruciais . Não desistam, lutem, mas lutem com todas as vossas forças , é um caminho longo, difícil , mas compensatório para os que não desistem, um dia chega-se lá . Com vontade, trabalho e luta, tudo chega .

INSIDE

É com grande simpatia e enorme agradecimento que realizamos esta entrevista para que os nossos leitores possam conhecer melhor este talentoso ator Sérgio Quintana.

Muito obrigado pela disponibilidade e até breve

Luis Filipe Meneses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *