KAMIKAZE HBO EUROPE AVANÇA COM A PRODUÇÃO DA PRIMEIRA SÉRIE ORIGINAL DINAMARQUESA

Lisboa, 03 de dezembro de 2019 – HBO Europe dá luz verde à primeira série original dinamarquesa, KAMIKAZE, da escritora Johanne Algren e da realizadora Annette K. Olesen.

KAMIKAZE é uma poderosa nova série de drama da HBO Europe, baseada no romance norueguês de Erlend Loe, “Muleum”. No coração da história, encontramos uma protagonista feroz e encantadora de 18 anos, Julie, e acompanhamos a sua luta existencial de regresso à vida, depois de ter perdido tudo.

A história começa logo após o seu 18º aniversário, quando Julie recebe uma última mensagem do pai. Segundos depois, os pais e o irmão mais velho morrem num acidente de avião no Uganda. Ela fica sozinha numa mansão gigante e com tudo aquilo que toda a gente sonha: juventude, beleza e dinheiro – muito dinheiro. À medida que a perda da família se intensifica, é forçada a encontrar um motivo para seguir em frente e embarca numa perigosa jornada de redescoberta que a vai levar da terra natal, a Dinamarca, a todos os cantos do mundo.

KAMIKAZE é produzida por Ditte Milsted, da produtora Profile Pictures, e é a primeira produção original da Dinamarca para a HBO Europe. Esta série de oito episódios é escrita por Johanne Algren e todos os episódios são realizados pela aclamada realizadora de séries e filmes, Annette K. Olesen (“Borgen”, “Minor Mishaps”, “Broke”).

A produção de KAMIKAZE vai começar no início de janeiro de 2020. Os produtores executivos são Hanne Palmquist, Steve Matthews e Antony Root para a HBO Europe.

Hanne Palmquist, Vice-Presidente de Programação Original da HBO Nordic, diz: “Enquanto a maioria das séries nórdicas para jovens adultos se baseia em amizades, vida escolar e no ambiente local, KAMIKAZE leva-nos numa viagem pelo mundo – de Seul ao México, de Londres ao deserto do Saara”.

A produtora, Ditte Milsted, diz: “KAMIKAZE é uma história selvagem, enérgica e surpreendente sobre uma jovem que – por circunstâncias horríveis – dá um salto quântico gigante na vida. Parece a coisa certa a fazer, produzir KAMIKAZE em colaboração com a HBO Nordic, e acreditamos que esta série vai desafiar e entreter o público”.

A realizadora da série, Annette K. Olesen, diz: “Quando li o romance de Erlend Loe numa viagem de avião de regresso a casa, de Itália, em 2009, senti logo que era uma história visual fantástica, com uma energia louca, selvagem, enfurecida e engraçada. O que é especial em KAMIKAZE é a combinação de uma sensação universal de profunda falta de sentido, uma história clássica de amadurecimento e um humor seco, afiado e de afirmação à vida”.

A guionista, Johanne Algren diz: “Não consigo pensar numa história melhor para contar – o jovem ser humano que tem tudo e que não tem nada ao mesmo tempo. Nada faz sentido para ela, e é por isso que embarca numa jornada onde descobre o que é viver, não de fora, mas a partir de dentro. Acho que é raro sentirmo-nos tão conectados e profundamente tocados por algo que não é originalmente nosso. Estou muito agradecida pelo projeto KAMIKAZE me ter caído na mesa”.

A realizadora, Annette K. Olesen, formou-se na Escola Nacional de Cinema da Dinamarca, em 1991. Realizou curtas, documentários, séries de televisão e 5 longas-metragens, tendo recebido inúmeros prémios. As suas participações em “Minor Mishaps” (2002), “In Your Hands” (filme do movimento Dogma em 2004) e “Little Soldier” (2008) chegaram à principal Competição Internacional no Festival de Berlim. Realizou vários episódios das séries de televisão dinamarquesa “Borgen” (2010-11) e “Broke” (2014).

A guionista Johanne Algren conta com muitos anos de experiência enquanto escritora e escreveu vários romances juvenis, como “Louis ‘Liv” (2012), nomeado para o prémio de livros infantis do Ministério da Cultura dinamarquês. Johanne tem mais de 20 anos de experiência no ramo da televisão e rádio dinamarquês, como apresentadora, criadora e escritora. Johanne escreveu o guião de “Sundance” (2018), juntamente com a realizadora Isabella Eklöf, e o filme ganhou o prémio principal de Melhor Filme nos prestigiados Prémios Bodil em 2019.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *