ENTREVISTA

salsa ole

PLANETA DANÇA - PROPOSTAS COM RITMO

O Planeta Dança tem conferido momentos com muito ritmo, com base em culturas latinas, africanas e orientais. As noites têm sido enriquecidas com festas temáticas, que se realizam com regularidade, e sempre com muita aderência do público, como será o caso do próximo evento, marcado para 19 de Março, no Mercado da Ribeira, ao ritmo da Orquestra de Salsa Cubanissimos.

Durante o dia, é feito o interessante convite ao relaxe, diversão e convívio, através de aulas e workshops de dança, desde a Salsa ao Kizomba, em sessões que decorrem no Espaço Ateneu Comercial de Lisboa.

Nuno Franco, membro fundador deste projecto, abre-nos a porta a este interessante universo dançante.



Inside - Como surge a ideia das aulas de dança?

Nuno Franco - A ideia das aulas de dança surge no seguimento das actividades de divulgação das danças tradicionais europeias, após a realização de diversos concertos/baile em Lisboa nos idos de 1998, já que se verificava uma grande apetencia por parte da população juvenil em aprender bem os passos das danças praticadas.

É nesta altura que surge o Festival Andanças que dá os primeiros passos estimulando à aprendisagem da dança, e a procura supera a oferta tornando-se importante criar a possibilidade de proporcionar uma aprendisagem de qualidade não comercial da dança em Lisboa. Depois de terem sido ocupados outros espaços, naturalmente a Escola das 1001 Danças inicia a sua actividade no Ateneu Comercial de Lisboa, não mais parando desde então.


I - Os portugueses têm apetência para a dança?

NF - Os portugueses aderem muito bem a estas iniciativas, e não se pense que são apenas jovens estudantes, mas sim também pessoas de todas as idades, origens e profissões, demonstrando assim que a dança é reconhecidamente uma actividade muito interessante e motivadora.


I - Como são compostas as vossos cursos e workshop de dança?

NF - Temos uma diversidade de aulas ao longo de toda a semana, com horarios alargados desde a hora do almoço, aos pós laborais que são os mais procurados
obviamente, proporcionando aprendisagem de danças orientais, com 3 professores à escolha, sendo um deles egípcio, aulas de danças de Cabo Verde, Kizomba, danças
tradicionais de Angola, Salsa, Sevilhanas, Flamenco, HipHop, danças do Brasil, danças tradicionais europeias(única escola), e vamos desenvolver cursos anuais de Tango, Danças de salão, Capoeira, Ciganas, Indianas, etc...
Os nossos Workshops existem para proporcionar uma aprendisagem rápida de alguns passos, normalmente para aperfeiçoar o que se aprende nas aulas, captar novos
alunos, e quase todas as semanas, há actividades novas.


I - Qual o nível de aderência?

NF - Todas estas iniciativas têem tido muita adesão de público, o que premeia a nossa actividade, a qualidade dos nossos professores, e é garantia de futuro.



I - Poder-se-à considerar a dança como um desporto mais saudável e divertido, até em termos de convívio, em comparação a outras actividades, por exemplo, como a musculação?

NF - A componente diversão é sem margem para dúvida importante na opção de escolha pela dança em detrimento de qualquer outra actividade que seja meramente física.
A dança proporciona aos seus praticantes uma actividade fisica ímpar que tonifica o organismo, e proporciona momentos de alegria ímpar, de descontração, libertação de mal estar e stress, estabelecimento de novos laços de
amizade, e criação de novos hábitos que levam o praticante a participar nas múltiplas actividades de dança.



I - Quem poderá ser um bom “salsero”?

NF - Qualquer um pode ser um bom salsero desde que esteja disposto a aprender a dançar salsa e pratique com afinco não só nas aulas, como nos workshops e festas que acontecem um pouco em todos os clubes de salsa e festas por aí espalhadas.


I - Porquê a escolha de culturas latinas e orientais?

NF - A escolha destes tipos de dança deriva do facto de sermos uma associação sócio-cultural que se chama Animação do Ar, mais conhecidos como Planeta Dança, e cujos objectivos são a divulgação das artes, nomeadamente no que diz respeito à dança a divulgação das danças sociais (salsa, danças africanas, ritmos latinos, tango, danças de salão) e tradicionais (orientais, tradicionais afro, europeias, brasileiras, ciganas, capoeira, etc) através da nossa vertente pedagógica que é a Escola das 1001 danças, e da nossa Rede Cultural que produz actividades um pouco por todo o lado, nomeadamente no Mercado da Ribeira.



I - Aproveite estas últimas linhas para lançar um repto.

NF - Apareçam na nossa escola, sita no Ateneu Comercial de Lisboa, na Rua das Portas de Sto Antão 110, após as 18h00, de segunda a sexta feira, peçam informações e
frequentem sem compromisso a 1ª aula de algumas das danças mencionadas.
Dia 19 de Março apareçam no Mercado da Ribeira às 23h00 e divirtam-se com a Orquestra de Salsa Cubanissimos, e dia 24 de Março com o grupo de danças tradicionais europeias Uxu Kalhus. Temos sempre uma sala alternativa com musica africana.


PLANETA DANÇA

Ateneu Comercial de Lisboa
Rua Portas de Santo Antão, 110
(ao lado do Coliseu dos Recreios - Metro: Restauradores).

planetadanca6@iol.pt

Foto:
www.esto.es/salsa




Autor: Pedro Miguel Vieira
Data: Março 2005



COMENTÁRIOS

Visite-nos no FacebookVisite-nos no Twitter

Entrevista

adolfo canibal

Adolfo Luxúria Canibal em mega entrevista:


ler mais

Votação

Acreditas nas aparições de FATIMA ?!
e concordas com a Canonização dos pastorinhos JACINTA e FRANCISCO