Literatura

PRÓPRIO ARENA

por José Pedro Cortes

Pierre von Kleist edições tem o prazer para anunciar um novo livro.

A própria Arena é o capítulo final Cortes's senso de lugar Trilogy, após coisas aqui e as coisas ainda por vir (2011) e Costa (2013). Desta vez, no entanto, seu território é Toyama, Japão.
Como alude o título, é Cortes cria uma arena de relações visuais, retratando homens e mulheres em seu próprio círculo de confiança e becos escuros, bares, plantas e objetos da cidade. Tudo é misturado entre as seqüências de imagens íntimas de mulheres em quartos de hotel e casas, uma marca registrada de seu trabalho.
A chave para a exploração são as superfícies, a superficialidade das coisas, como a fotografia é, naturalmente, por natureza, superficial. Pele, textura, luz e sombra e até mesmo filme em si é revelado como a essência do que é para ser conhecido.
O sentimento é mais flexível do que seus livros anteriores, eo efeito global é de liberdade e confiança, bem como um espaço sondando uma terra desconhecida. Cortes não só está se apropriando Toyama e torná-lo seu próprio território, ele está colocando photography's limitações e falhas no centro do palco, a fim de encontrar o coração de sua linguagem fotográfica.
Esta é Cortes 4º livro com Pierre von Kleist edições após Silence, as coisas aqui e as coisas ainda por vir (existentes em Photobook: A History Vol.III) e Costa.


Autor: ilda pires
Data: 20/10/15


COMENTÁRIOS

Visite-nos no FacebookVisite-nos no Twitter

Entrevista

DIXIT

DIXIT - EM ENTREVISTA


ler mais

Votação

Acreditas nas aparições de FATIMA ?!
e concordas com a Canonização dos pastorinhos JACINTA e FRANCISCO