DINA – DA COR DA VIDA

Dina, nome artístico de Ondina Veloso, chega-nos em versão ampliada e boa, esta manhã em Lisboa, da Cor da Vida. Nada menos que vinte canções de água fresca para nos alegrarem os dias quentes de Setembro.

Esta colectânea marca a celebração de uma carreira com trinta anos. A menina que gosta de cantar com guitarra a tiracolo e com um sotaque muito típico mostra-nos quase todo o melhor de si. Desde um inédito a abrir, ao tema com que venceu o festival da canção, desfila depois uma miríade de canções pop muito bem conseguidas e menos conhecidas do grande público que, no entanto, é capaz de as ir relembrando quando as ouve. Muitas delas fizeram parte de trilhas sonoras. Temas como “Há sempre música entre nós” ou “Que é de ti (Filha do mar)” salpicarão a nossa mente sempre com boas recordações e boa disposição.

Mesmo assim, sentimos falta de “Vitorina” e “Aguarela de Junho”, dois temas belíssimos dos “Lobos” que não fazem parte da colectânea e que sem dúvida mereceriam cá estar como referências ímpares na carreira de uma cantora que já muita tinta fez correr por essas revistas cor-de-rosa fora.

http://musicologo.blogspot.com

Autor: Tiago Videira