10 ANOS FADO PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

Fado Património da Humanidade

No dia 27 de Novembro passam 10 anos da inscrição do Fado na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade (UNESCO). É uma década de actividade intensa em torno deste património que começou por ser nosso e agora é do mundo!

Nestes 10 anos, o Museu do Fado apresentou o primeiro Arquivo Sonoro Digital no nosso país, disponível para todo o mundo no site do Museu, desenvolveu projectos com escolas de diversos graus de ensino, lançou a Oficina de Construção de Guitarra em Alfama, promoveu aulas de instrumento, ateliers de canto e seminários, publicou mais de duas dezenas de obras sobre o universo fadista, entre investigação contemporânea e reedições de livros há muito esgotados, apoiou festivais de fado um pouco por todo o mundo, produziu centenas de concertos, promoveu visitas cantadas nos bairros históricos, e desenvolveu um Roteiro do Fado. São muitas razões para celebrar!

Para assinalar a data, no dia 27 de Novembro, o Museu do Fado tem as portas abertas com entrada gratuita e realiza duas visitas guiadas, também gratuitas, às 11h00 e às 16h00 (os lugares são limitados, inscrição por ordem de chegada).

O concerto 100 Músicos para Amália, produzido pelo Museu do Fado, será exibido esta noite, dia 26 de Novembro, pelas 22h50 na RTP1.

Dirigidos por Pedro de Castro, 100 músicos dos mais variados universos – da canção italiana e francesa à bossa nova, da música erudita ao folclore, do fado ao flamenco, do jazz ao tango – passaram pelo palco do Teatro São Luiz e reavivaram este repertório vasto e transversal, numa abordagem original e contemporânea.

Uma homenagem a Amália por artistas de todos os quadrantes, que assim lhe agradecem o legado que nos deixou.

Active a gravação porque garantimos que este é um espectáculo que vai querer rever!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LinkedIn
Share
YouTube
Instagram
RSS
EMAIL