BATIDA convidado para fazer parte do THE ROOTS Africa Day

No Dia de África, 25 de Maio, entra de sua casa em todos os canais da banda americana, logo a seguir à abertura de Questlove.

“Celebrar o Continente estando fora dele e das cidades que definem o mundo faz-me sorrir por dentro e vivo para essa responsabilidade: a de celebrar e de me comprometer. O Continente e a Diáspora têm muito para reclamar.
O Questlove já tinha feito um twit do seu primeiro disco em 2012. O Okayafrica, que também era uma plataforma dos Roots, deu algumas notícias e entrevistou Batida. Mais tarde também actuou na festa do Okayafrica no Summerstage no Central Park.
“Sendo tudo natural, sabe muito bem. Dá-me uma sensação de alguma normalidade, ao que faço e sou. Não me sinto parte desta Nova Lisboa, mesmo que tente. Nova Iorque sem dar graxa é fixe. Lisboa também.
É muito bom estar entre pares. Entro a seguir à abertura do Questlove. Tenho carta branca. Vou usá-la.”, afirma Pedro Coquenão.

“No mesmo dia e pela mesma razão, a de celebrar o Continente, vou estar mais tarde também no Africadelic no lendário Paradiso em Amsterdam. Com mais um grupo muito bom de artistas.”

Batida apresenta 45’s
Dia Internacional de África | 25 de Maio
Festival Africadelic | Paradiso (Amesterdão)

O Africadelic é um evento anual no Paradiso em Amesterdão, alusivo ao 25 de Maio, Dia Internacional de África, em que se celebra o valor único da força unificadora da cultura africana.

Apresentando artistas do continente e da diáspora africana, o Africadelic oferece um cartaz luxuoso com música ao vivo, artes visuais, dança, cinema, performances e sets de DJ. Além disso, através de várias palestras criam espaços de reflexão crítica, informada e envolvida com África e para este efeito, alguns artistas são convidados a partilhar as suas opiniões sobre várias questões sociais.

Devido às medidas actuais do Covid-19, o evento será transmitido em streaming ao vivo através do site e da página do Instagram do Paradiso.

“Este ano Angola tem 45, eu também, vou partilhar alguns dos 45’s que samplei e conversar durante 45 minutos”, refere Pedro Coquenão.

A actuação de Batida será emitida na RDP Africa às 16h00 no programa “Música Sem Espinhas” e às 21h00 .

Durante o stream de Batida, poderão fazer donativos para o projecto OKUTIUKA que terá os seus dados bancários em rodapé.

Aqui ficam também, caso queiram dar o vosso contributo: OKUTIUKA – AO06 0006 0000 04179083 30164.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *