Coimbra eleita como um dos 100 locais do mundo a visitar em 2021

Cidade candidata a Capital Europeia da Cultura em 2027 é uma das duas cidades portuguesas que figuram nesta lista

A revista TIME acaba de divulgar a lista dos locais mais extraordinários do mundo a visitar em 2021 e Coimbra – cidade candidata a Capital Europeia da Cultura em 2027 – é um dos 100 lugares eleitos pela prestigiada publicação. A cidade, conhecida e reconhecida pela mais antiga universidade portuguesa, pela sua canção – o Fado de Coimbra – única no mundo e, também, por toda a modernidade que oferece, nomeadamente no campo na cultura, é uma das duas cidades portuguesas que figuram nesta lista.

Manuel Machado, presidente da Câmara Municipal de Coimbra, refere: “A cidade regista e agradece este reconhecimento internacional, que vem juntar-se a outros que, nos últimos anos, mostram inequivocamente que Coimbra vive, mesmo apesar da pandemia, um momento de valorização crescente dos seus patrimónios e das suas pessoas e é reconhecida por isso”. E acrescenta: “Pretendemos continuar a valorizar Coimbra, tornando-a, cada vez mais, uma referência nas mais diversas áreas, sempre com os olhos postos na Capital Europeia da Cultura 2027, à qual nos candidatamos e que temos uma profunda expectativa de vir a organizar”.

Para Luís de Matos, coordenador do Grupo de Trabalho da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura, “a promoção da vertente cultural assume um papel crucial na vida da cidade e teve – não tenho dúvidas – uma grande influência nesta eleição que projeta, de uma forma incomparável, a cidade de Coimbra no panorama internacional”. Neste ponto, refira-se que o Centro de Arte Contemporânea da cidade, aberto ao público a 4 de julho de 2020, que tem patente exposições de artistas como Mário Cesariny, Peter Zimmermann ou Helena Almeida, ou o emblemático Mosteiro de Santa Clara-a-Velha foram apenas alguns dos locais destacados no artigo da TIME.

Classificada em 2013 como Património Mundial pela UNESCO, recorde-se que Coimbra foi já Capital Nacional do Teatro (em 1992) e Capital Nacional da Cultura (em 2003). Todos aqueles que, em 2021, sigam o conselho da TIME e visitem Coimbra não ficarão indiferentes aos recantes daquela que foi a primeira capital de Portugal, que serviu de palco à história de amor de Pedro e Inês e que, até 1911, detinha a única universidade em Portugal. Com a cultura no centro da sua história e com uma programação que pretende continuar a colocar a cidade na agenda mediática, Coimbra pretende assegurar um lugar cativo neste e nos mais relevantes rankings nacionais e internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *