Houdini Blues

14 Setembro 

edição de “Crisântemo Azul Transgénico” 
o novo disco

18 de Setembro

concerto apresentação  Centro Cultural da Malaposta – bilhetes já à venda

 “a pop é tratada de forma abrangente, há pedaços de quase tudo o que é linguagem musical moderna, mas sem preocupações de vanguardismo ou modernidade estética de qualquer ordem in Bodyspace

É o aguardado regresso dos Houdini Blues. São já 24 os anos que separam o primeiro ensaio de Houdini Blues do lançamento do novo disco de originais: “Crisântemo Azul Transgénico”- o quinto da sua discografia. 24 anos, aproximadamente o mesmo tempo que leva um sobreiro a dar primeira cortiça. E se algo se explica a longevidade deste projecto, procure-se aí mesmo, na calma e fulgor da planície alentejana. 

“Tolstói” o primeiro single de avanço do novo disco, é uma crónica de costumes numa crítica mordaz e satírica na tradição de “Parklife” dos Blur ou “Elogio da corporação de José Mário Branco”. 

Em “Tolstói” ridiculariza-se o arrivismo bronco, dessa figura tão cara à exploração humana: o Chefe. 

Capataz, Feitor, Kapo, Gerente, Team Leader, Supervisor. Ao longo dos tempos o nome metamorfoseia-se, mas há sempre uma personagem que se ergue entre os seus pares, para de bom grado brandir o chicote contra os seus irmãos. 

 

Houdini Blues

Gonçalo Frota (guitarra)
Hugo Frota (voz)
João Cordeiro (teclados)
Ricardo Gonçalves (baixo)
Sérgio Carmo (bateria)

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *