LADYTRON

Em Lisboa e no Porto

Figuras de proa do movimento electro pop britânico, os Ladytron actuam dia 3 de Novembro na Casa da Música, no Porto, e dia 4 de Novembro no Lux, em Lisboa.

Dois DJ’s ingleses, Reuben Wu e Daniel Hunt, uma cantora escocesa, Helen Marnie e uma cantora búlgara Mira Aroyo, são os responsáveis por um dos mais interessantes projectos britânicos de música electrónica, os Ladytron.

Formados em 1999, com o nome inspirado num tema dos Roxy Music, demoraram apenas dois anos até verem o primeiro álbum editado, “604”. O primeiro single, “Playgirl” despertou automaticamente a curiosidade do atento e conhecedor público britânico.

O disco que se seguiu, “Light & Magic” (2002), aumentou em muito a exposição da banda, graças ao enorme sucesso do single “Seventeen”, que rodou incessantemente nas rádios inglesas.

Depois de dois anos de digressão, em apresentação do álbum, a banda voltou ao estúdio para gravar “Witching Hour”. O álbum, editado em 2005, resultava do perfeito equilíbrio entre a estrutura pop e o formato electrónico, servindo para alargar a base de fãs da banda.

Já este ano, editaram o quarto disco, “Velocifero”, gravado em Paris. O álbum tornou-se instantaneamente o maior sucesso dos Ladytron até à data e conta com produção de Alessandro Cortini, teclista de Nine Inch Nails, e Vicarious Bliss, colaborador habitual de Justice e DJ Mehdi.

3 DE NOVEMBRO (CASA DA MÚSICA)

ABERTURA DE PORTAS * 21H30
INÍCIO DO ESPECTÁCULO * 22H00

4 DE NOVEMBRO (LUX)

ABERTURA DE PORTAS * 22H00
INÍCIO DO ESPECTÁCULO * 22H30

Fonte: Everything Is New

Autor: Paulo Cardoso Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *