RUA DAS PRETAS NO COLISEU

Dia 15 de março, às 23h45, na RTP1

ESTREIA: RUA DAS PRETAS NO COLISEU


Projeto de autoria de Pierre Aderne chega agora à televisão e traz-nos uma singularidade. O autor reúne músicos de língua portuguesa e apresenta-se no Coliseu de Lisboa, mas agora vazio. Ao longo dos 12 episódios a sua plateia será a casa de todos nós.
A mítica sala da Rua das Portas de Santo Antão será o palco e o cenário dos 12 episódios da Rua das Pretas no Coliseuque vamos poder acompanhar semanalmente, a partir de 15 de março, às 23h45 na RTP1. Nesta série documental, Pierre Aderne reuniu mais uma vez no Coliseu de Lisboa os artistas de língua portuguesa para homenagear a música lusófona. Mas agora em virtude do confinamento ditado pela pandemia, esta encontra-se vazia, sem público.

Em Rua das Pretas no Coliseu, músicos de várias geografias juntam-se para tocar e dar voz a clássicos e originais onde as memórias se cruzam com os ritmos e melodias. Uma reunião perfeita e repleta de harmonia que conta com a participação especial de nomes como: Paulo De Carvalho, Tito Paris, Maria João, Rita Red Shoes, Pedro Moutinho, Tiago Nacarato, entre outros. A quem se junta a equipa da Rua das Pretas: Pierre Aderne, Fred Martins, Walter Areia, Nilson Dourado, Augusto Brito, Rui Poço, Joana Amendoeira e Karla da Silva.

Este é um projeto especial e diferente, pois foi filmado sem público em tempos de pandemia. Para Pierre Aderne, autor e dinamizador deste projeto, “filmar no Coliseu a Rua Das Pretas sem o respeitável público, é como jogar num Maracanã vazio. Mas a ideia foi manter a estrutura de música em comunidade da Rua das Pretas, ou seja, de tertúlia musical, de sarau, com aquela sociologia de botequim, aquela minha cantiga que defende Lisboa como capital da música de língua portuguesa. O melhor da música contemporânea do Brasil, Portugal, Cabo Verde, Angola, vive hoje em Lisboa. No palco do Coliseu dos Recreios, estiveram no passado as nossas maiores matrizes: João Gilberto, Caetano, Amália… Peço sempre a bênção aos meus heróis da música lusófona, antes de subir ao palco, neste santuário da música. E foi isso que procurámos no repertório que vamos apresentar, recriámos com Paulo de Carvalho Uma casa portuguesa , que Amália cantou e João Gilberto recriou em arranho Bossa-novista, precisamente no Coliseu, em 1984. Mas aqui também vamos poder ver nomes como a Joana Amendoeira e outras fadistas da nova geração, como Diana Vilarinho, Sara Paixão e Matilde Cid”.

Rua das Pretas no Coliseu, um espaço onde trazemos noites descontraídas em torno de canções e conversas ao som da música cantada em português, para ver a partir de 15 de março, nas noites de segunda-feira da RTP1.

Realização: André Caniços e Pierre Aderne
Direção de fotografia: Bernardo Infante
Participação especial: Paulo de Carvalho, Tito Paris, Maria João, Rita Red Shoes, Pedro Moutinho, Tiago Nacarato.
Fadistas convidadas: Sara Paixão, Matilde Cid, Diana Vilarinho
Equipa Rua das Pretas: Pierre Aderne, Walter Areia, Nilson Dourado, Joana Amendoeira, Fred Martins, Karla da Silva, Augusto Brito, Rui Poços, Pedro Loch.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *