“MEMÓRIAS DE AMOR”

 É O NOVO SINGLE DE CAIO, SINGLE ESTE QUE FAZ PARTE DA BANDA SONORA DO DOCUMENTÁRIO DO ESCRITOR AFONSO REIS CABRAL.

A Estrada Nacional 2, com os seus quase 739 quilómetros, é a maior de Portugal e uma das maiores do mundo. Atravessa Portugal de Chaves a Faro, numa linha contínua que não é feita só de asfalto. Estrada mítica e com identidade própria, é o mais belo caminho para conhecer as pessoas, as paisagens – o País, em suma.
O escritor Afonso Reis Cabral – autor dos romances O Meu Irmão (vencedor do Prémio LeYa) e Pão de Açúcar – decidiu percorrê-la a pé. Durante vinte e quatro dias, completamente sozinho, deixou que a estrada o guiasse: cruzou montanhas e planícies, mergulhou em rios, caminhou debaixo de tempestades e sob o sol ardente. Mas sobretudo parou para conversar com quem encontrava. No fim de cada dia, publicava na sua página de Facebook um diário escrito no telemóvel relatando os principais eventos da viagem. Com milhares de leitores, comentários e partilhas, os seus textos geraram grande entusiasmo. Durante a caminhada o Afonso filmou, com uma pequena máquina, passagens desta experiência única. Nos meses de Junho, Julho e Agosto, uma equipa portuguesa esteve a preparar um documentário para dar outro sentido ao livro. Com várias entrevistas ao escritor sobre a sua aventura e entrevistas com algumas das pessoas que foram essenciais durante o percurso, este documentário que terá o mesmo nome do livro, estará pronto em Outubro. Produzido pela Beautiful Confusion, realizado por João Pedro Félix e com banda sonora do CAIO que criou um tema inédito para este protejo: “Memórias de Amor”.

Sobre os autores :
Afonso Reis Cabral nasceu em 1990. Aos quinze anos publicou o livro de poesia Condensação. É licenciado em Estudos Portugueses e Lusófonos, fez mestrado na mesma área e tem uma pós-graduação em Escrita de Ficção. Foi duas vezes à Alemanha de camião TIR em busca de uma história, a primeira das quais aos treze anos. Trabalhou numa vacaria, num escritório de turismo e num alfarrabista. Em 2014, ganhou o Prémio LeYa com o romance O Meu Irmão, que se encontra em tradução em Espanha e já foi publicado no Brasil e em Itália. Em 2017, foi-lhe atribuído o Prémio Europa David Mourão-Ferreira na categoria de Promessa, e em 2018 o Prémio Novos na categoria de Literatura. No final de 2018, publicou o seu segundo romance, Pão de Açúcar, com forte acolhimento por parte da crítica. Entre Abril e Maio de 2019, percorreu Portugal a pé ao longo dos 738,5 quilómetros da Estrada Nacional 2. Trabalha actualmente como editor freelancer. Nos tempos livres, dedica-se à ornitologia, faz Scuba Diving e pratica boxe.

CAIO é o nome artístico a que o lisboeta João Santos dá corpo. Um projecto artístico a solo com uma construção inspirada sobretudo no romance em que se pode transformar a vida – tanto nas suas catástrofes como nas suas grandezas.
Com uma guitarra e voz o artista segue uma linha de composição num estilo José Gonzalez, acústico-ambiente, que alcança um misto de energia e vivacidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *