Rock In Rio 2008 pula com Ivete Sangalo

Ritmo electrizante contagiou uma vez mais Portugal.

Dia 30 de Maio foi o primeiro dia de actuações no Palco Mundo, da Cidade de Lisboa. Ivete Sangalo foi uma das presenças neste dia do Rock In Rio 2008. As apresentações são dispensadas.

Já não é novidade a presença de Ivete Sangalo nas edições do Rock In Rio, em Lisboa.
Por isso, a edição do Rock In Rio 2008 não poderia dispensar, uma vez mais, a actuação da cantora brasileira.
Ao primeiro dia deste grande festival de música, Ivete Sangalo foi a segunda presença a subir ao Palco do Mundo, no dia 30 de Maio, depois da actuação de Paulo Gonzo, animando um público que, provavelmente, esteve próximo de alcançar os 100 mil visitantes, embora os números oficiais tenham ficado por, aproximadamente, 90 mil pessoas.

Ivete Sangalo apresentou-nos uma actuação igual à que já estamos acostumados a assistir.
Energia, dança, uma banda eléctrica a acompanhar o ritmo de Sangalo, num saltar do palco acompanhado por um conjunto de pulos, a que o público presente respondeu do primeiro ao último ritmo.
Com movimentos de quem tem energia para dar e vender, Ivete fez o público levantar os pés do chão da Bela Vista com músicas como “Abalou”, “A Festa” e “Arerê”.
À semelhança dos outros anos, a inevitável “Poeira” não poderia escapar à presença no Rock In Rio 2008 obrigando os presentes no público a acompanhar o ritmo electrizante de Ivete.
A grande proximidade de Ivete com o público português é mais do que evidente criando, sempre, uma enorme empatia com Portugal e talvez por isso seja sempre uma das presenças mais queridas das edições do Rock In Rio.

“Quando a Chuva Passar” e “Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim” acalmaram o ritmo frenético de Ivete, no entanto a voz de Ivete confundia-se com a do público que a acompanhava em coro.

Antes de fazer uma nova despedida do público português, Ivete falou-nos da sua amizade e admiração por Alejandro Sanz e em espanhol interpretou o tema “’Corazón Partío”, reflectindo nas suas expressões uma visível emoção com a interpretação deste tema.
Mas Alejandro Sanz não foi a única referência musical de Ivete.
Lenny Kravitz é outro dos artistas preferidos de Ivete Sangalo. Entre uma declaração ao público português, dizendo que “Já fiz um casamento com Portugal”, Ivete Sangalo falou da admiração por Lenny Kravitz e da influência que tem sentido desta cantor, contanto que “um dia fui a uma loja e comprei todos os CD’s de Lenny Kravitz”. Por isso, a actuação de Ivete contou também com a interpretação da música de Lenny – “I Belong To You”

Com um casamento de longa data com Portugal, Ivete Zangalo despediu-se de nós com frase” Nós somos um só”, referindo-se à forte ligação entre Portugal e o Brasil.

Autor: Marisa Antunes