Lançar 2021 | Teatro da Rainha

O Teatro da Rainha reabre as portas ao público, no dia 16 de Janeiro, com o concerto Duo de flauta e piano do Sond’Ar-te Electric Ensemble – “A correr à frente do relâmpago”.
O duo é formado por Sílvia Cancela, na flauta, e Elsa Silva ao piano.
Fundado em julho de 2007, o Sond’Ar-te Electric Ensemble é uma proposta inovadora no panorama português e europeu contemporâneo na medida em que conjuga de forma estruturante os sete instrumentos acústicos (flauta, clarinete, violino, viola, violoncelo, piano, percussão – muitas vezes também voz) que integram este ensemble, com os meios eletroacústicos desenvolvidos pelo Miso Studio.
Depois, no dia 19, retomaremos as sessões do Diga 33, tendo como primeiro convidado do ano o escritor Miguel Cardoso. Começou por estudar Direito, mas acabou por formar-se em Literaturas Modernas da Variante de Português e Inglês.
Estreou-se em livro com “Que se diga que vi como uma faca corta” (Mariposa Azual, 2010).
Gustavo Rubim, no jornal Público, referiu-se a Miguel Cardoso como “poeta político” a propósito da publicação de “Víveres” (Tinta-da-China, 2016).
Logo no dia seguinte, 20 de Janeiro, estreia o novo espectáculo de poesia sonora de Miguel Azguime – A vida é sempre preferível ou o monólogo do sal para lhe completar a medida – no qual o compositor, o poeta e o performer se voltam a reunir num só, em apresentação a solo, para uma nova incursão pela palavra como música e pela música como palavra. “Work in progress” à procura de um novo devir, regresso à palavra e às suas transformações electrónicas, reflexão sobre o homem e o mundo, onde a vida é sempre o caminho e o lugar preferível.

Todas as apresentações serão na Sala Estúdio do Teatro da Rainha, às 20h00.
Relembramos que terá de ser feita uma reserva prévia, uma vez que os lugares serão limitados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *